O ASA disputará a Copa do Brasil 2017 pelo Ranking da CBF

É o que dizem os números. Sem incluirmos as pontuações das Séries A e B do brasileirão e a dos dois finalistas da Série C, por ainda estarem em disputa, o ASA ocupa a 37ª posição no Ranking da CBF. À sua frente estão, pela ordem: Corinthians, Santos, Palmeiras, Cruzeiro, Grêmio, São Paulo, Atlético/MG, Fluminense, Flamengo, Atlético/PR, Internacional, Botafogo, Vasco, Coritiba, Figueirense, Ponte Preta, Sport, Goiás, Bahia, ABC, Vitória, Chapecoense, Ceará, Criciúma, América/RN, Avaí, Joinville, Paysandu, Náutico, Bragantino, Juventude, América/MG, Portuguesa, Fortaleza, Santa Cruz e Atlético/GO.

          Ao se computarem os pontos das Séries A e B e os dos finalistas da Série C de 2016, o ASA perderá seis posições no ranking para os seguintes clubes: Paraná, Sampaio Correia, Luverdense, CRB, Boa Esporte e Oeste.

          Abaixo do ASA tem mais três clubes que poderiam alcançá-lo no ranking: o Tupi/MG e o Vila Nova/GO, mas teriam de ser 3º colocados na Série B. Não serão e o Londrina/PR teria de ser campeão da Série B. Não será. O Brasil/RS e o Guarani/SP não têm nenhuma chance matemática de alcançar o ASA no ranking este ano.

          Os demais clubes abaixo do ASA não estão disputando mais nenhuma competição, portanto, não oferecem mais ameaças ao alvinegro no ranking.

          Sabemos que o regulamento da Copa do Brasil possibilita a classificação de dez clubes pelo ranking para a disputa desta competição. Apenas nove agremiações acima estão à frente do alvinegro por esse critério de inscrição. São elas: São Paulo, Ponte Preta, Bragantino, Portuguesa, Oeste, Boa Esporte, Avaí, Ceará e Luverdense.

          Dessas nove equipes, São Paulo e Luverdense podem ainda entrar por outros critérios na Copa do Brasil de 2017: participação na Libertadores ou no certame estadual, respectivamente. O regulamento da competição estabelece uma ordem de prioridade para a escolha dos clubes participantes. Primeiro se dá a inclusão na Copa do Brasil das seis equipes da Libertadores; em seguida, de setenta times melhores classificados nos estaduais e, por último, de dez clubes mais bem posicionados no Ranking da CBF, que já não tenham sido contemplados pelos dois atributos anteriores.

        Como Palmeiras e Santos já se garantiram matematicamente para a Libertadores de 2017, esses dois vão participar da Copa do Brasil do próximo ano por esse critério e não pelas performances no paulistão. O Corinthians também pode chegar lá por esse caminho. Nesse caso, o São Paulo entrará na Copa do Brasil vindoura não pelo ranking, mas sim pela performance no paulistão.

        Já o Luverdense está nas semifinais do mato-grossense e com reais chances de também entrar na Copa do Brasil por ter conquistado o campeonato local e não pelo ranking, entretanto, o ASA nem depende disso, pois já ocupa a 10ª posição na fila do acesso pelo ranking, inserindo esses dois clubes à sua frente.

          Enfim, é uma excepcional notícia para o alvinegro, nesse atual quadro de dificuldades financeiras, a informação de ingresso de um bom recurso em seu caixa ainda no 1º semestre do próximo ano.

          O novo presidente eleito para o biênio 2017-2018, o simpático radialista Nélson Filho, já pode contar com essa injeção financeira no planejamento que faz para a próxima temporada.

Estamos juntos! Que venha 2017!