Vica - Um herói alvinegro

A contratação do técnico José Luiz Mauro, o popularmente conhecido Vica, ex zagueiro da máquina tricolor do Fluminense nos anos 80, revestiu-se numa grande decisão da diretoria do ASA. Estreando na 1ª fase da Série C de 2008, no dia 13/07 venceu o Atlético de Alagoinhas por 2 x 0, em jogo no "Fumeirão".

Nessa competição, começava a carreira vitoriosa do treinador à frente do ASA, já que, mesmo não tendo conseguido a classificação para a Série B, conquistou uma vaga na Série C de 2009, uma vez que, em 2008, dos 64 clubes daquela competição, apenas 16 seguiriam na Série C, em 2009, que seria disputada por apenas vinte clubes.

No ano seguinte, o técnico teve a sua melhor performance no alvinegro, quando foi campeão alagoano de forma direta, conquistando os dois turnos da competição e foi vice campeão da Série C, classificando o ASA para a Série B de 2010, num jogo dramático contra o Rio Branco, na capital acreana, com um empate em 2 x 2, mesmo com dois jogadores expulsos e uma arbitragem desfavorável.

Em 2010, o ASA ainda sob o comando do Vica foi vice campeão alagoano, disputando o título com o Murici e, na sequência, fez uma brilhante participação na Série B daquele ano, terminando na nona posição na tabela.

No ano de sua despedida do alvinegro, em 2011, o técnico foi novamente campeão alagoano e conseguiu manter o ASA na Série B para o ano de 2012, mesmo tendo grandes dificuldades no elenco do time, especialmente nos jogos do returno.

Quem conhece a história da Agremiação Sportiva Arapiraquense sabe da importância do técnico José Luiz Mauro, que escreveu com letras de ouro o seu nome em suas páginas. O grande comandante Vica já faz parte dessa história, como um maiores heróis alvinegros. Méritos à diretoria do ASA, composta por verdadeiros guerreiros, apaixonados por esse clube, representante do futebol do agreste alagoano.